A volta da Nail Art

Oi gente,

Estou (estava) mega sumida daqui! #grito

Não posso colocar a culpa da pandemia porque de fato não foi falta de tempo mas sim de assunto, de nao saber o que compartilhar aqui com vocês durante esse período e talvez por achar tambem que cada um estava numa vibe diferente, situações e desafios totalmente diferentes para cada um né?

Quando começou a retomada de alguns setores aqui na cidade onde moro, a primeira previdência que tomei foi fazer as unhas, depois de mais ou menos uns 4 meses e reparei que a Nail Art, tão utilizada antigamente mas tão esquecidas durante um longo período, estava de volta!

Uma das coisas que a pandemia trouxe de volta ao foco foi o self-care, o cuidado com nós mesmo, uma vez que na correria intensa em que vivíamos tudo ficava para depois por conta da falta de tempo.

Agora com todo tempo do mundo, trancados dentro de casa por quase 4 meses e sem acesso aos serviços de manicure, pedicure, cabeleireiro, foi preciso aprender a “se virar nos 30” – como diz o ditado popular. Mesmo quem não era tão vaidosa, teve que dar um jeitinho nas unhas sozinha.

Uma forma de ocupar parte do tempo ocioso foi criando ou revisitando a Nail Art – sim, aquela unha artística – que andava esquecida ja alguns anos atras. Ja fiz varias colunas falando sobre isso. Quem não gosta da tendencia, pode usar a esmaltação tradicional sem medo, também é um clássico que nunca vai sair de moda.

Então preparem os esmaltes, a acetona, algodão, buchinha (essas de pia de cozinha e corte um quadradinho) e o palitinho que temos algumas sugestões do que esta vindo por ai:

Unha degradê: antes o degradê acontecia igual em todas as unhas e agora ele varia de uma unha para outra. Explico: você escolhe 5 cores de esmalte, uma para cada dedo e depois repete na outra mão.

WhatsApp Image 2020-07-24 at 16.57.48

Unha Tie Dye: como a coluna passada ja falou, a técnica de tingimento vai alem das roupas e também pinta suas unhas. Basta usar uma esponjinha molhada, passar sobre elas as cores que você gostar mais pra compor a pintura e carimbar sobre uma base mais neutra. Repetindo unha a unha. O legal é que nunca fica idêntico, essa é o charme da técnica.

WhatsApp Image 2020-07-24 at 16.59.41

Essa foto acima é o resultado na minha unha ↑

WhatsApp Image 2020-07-24 at 16.57.49

Formas geométricas: Não tem uma regra a ser seguida, basta você escolher 2 cores: uma para a base e outra pra pintar as formas geométricas, que podem ser todas iguais em cada unha ou de forma aleatório – um tipo de forma em cada.

WhatsApp Image 2020-07-24 at 16.57.40

Filha única: A filha única também esta de volta, pra quem não gosta de nada exagerado. Nessa unha você pode fazer o que quiser nela, mudar só a cor da unha do dedo escolhido ou inventar alguma coisa diferente (degrade, geometrico, ondas, fosco…)

Captura de Tela 2020-08-17 às 11.37.53 AM

Gêmeas: igual a filha única, só que ao invés de uma única unha diferente, você escolhe 2! hahaha Aquela pessoa bem indecisa, que não sabe se pinta liso ou se faz uma obra de arte.

WhatsApp Image 2020-07-24 at 16.57.49 (1)

Na verdade não tem uma regra, as cores estão ai justamente para nos alegrar, nos trazer vida e mostrar uma forma de expressão, mesmo que numa parte tão pequena do nosso corpo, num momento tão triste que estamos passando com essa pandemia.

WhatsApp Image 2020-07-24 at 16.57.50

907d5f078b04ba7dfc6ccbfad7ce6d8b

ba54b35a7266333c0bde3430f1f37b0e

Fotos: Pinterest e Instagram (@jessicariviery)

 

CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone