Voce é Cringe ???

Muito se falou nos últimos tempos sobre Cringe, mas enfim: o que é isso?

Cringe é um gíria da língua inglesa. Não há uma tradução literal para a palavra, do inglês cringe significa algo como ‘vergonhoso’, ‘vergonha alheia’ ou ‘mico’; o termo inundou a internet após a produtora de conteúdo Carol Rocha perguntar em seu Twitter o que os jovens da Geração Z consideravam cringe nos Millennials (também conhecidos como Geração Y, nascidos entre a década de 80 e o inicio dos anos 2000).

Se você não dispensa um belo café da manhã, acha cerveja de litrão um bom negócio ou veste calça skinny, você é cringe. Se você utiliza emojis em suas conversas virtuais, escreve “rsrsrs” ou fala boletos (para se referir às contas que precisam ser pagas), você é cringe. Se você foi grunge, você também é cringe. Gostar de séries e filmes como Friends e Harry Potter tambem fazem de você cringe.

Há alguns anos, os jovens da Geração Z passaram a usar a expressão para dar adjetivo a alguma coisa feita por Millenials que os deixa constrangidos. “This is so cringe” é a forma como essa expressão é usada quando alguém que quer dizer que está com vergonha alheia de algo feito pelos mais velhos.

Mas então, quem são a Geração Z que tanto questiona os hábitos mais antigos? 

A geração Z foi a primeira que nasceu num ambiente completamente digital. São aqueles que nasceram entre o fim da década de 1990 e 2010. Essa geração não precisou, como as anteriores, fazer cursos de informática básica para lidar com computadores.

É uma geração que não costuma criar muitos vínculos duradouros com as pessoas. São pessoas que aprenderam a relacionar-se pelas redes sociais e por aplicativos, que evitam sair de casa. Quando podem, usam serviços delivery para não precisarem sair (entre muitas outras comparações que poderíamos ficar linhas comentando aqui).

Sim, são eles os responsáveis pelas dancinhas no TikTok e os videos super elaborados no Reels do Instagram, fãs de K-Pop, readaptaram algumas gírias comuns. Alem do visual mais despojado e sem gênero (uma característica muito forte entre eles), ou seja, cada um veste o que quiser. As calças sao largar, os cabelos são repartidos ao meio e nos pés, muito tênis e chinelos confortáveis. Escutam cantoras mais novas — Olivia Rodrigo é um exemplo.

É claro que não são apenas esses costumes que tornam os novos adultos cringe, mas eles já exemplificam bem a diferença notória entre as gerações: um novo estilo de vida nasce daí e ambas as gerações procuram por produtos distintos.

1*CBozz-BrUU8zORRqTqdDGg

Embora a discussão pareça fútil, o tema tem inflado as redes sociais e dividido opiniões. Assim, boa parte das estratégias de marketing tem seguido por essa linha, uma forma também de conhecer melhor o consumidor de ambas as gerações. Serve pra quem tem comercio, de qualquer tipo ou produto para saber o que, pra quem e como vender desde comida, roupa até carro.

Fica aqui a nossa reflexão como as gerações vão mudando e trazendo consigo novos hábitos e modinhas, goste você ou não. Nesse caso posso ser enquadrada como Jurassica, ja que a internet só chegou quando eu ja estava na faculdade (e sim, eu fiz curso de datilografia no morrão atras do Jardim da Cadeia, mas isso é uma outra estória…)

Geração X: nascidos entre 1960 e 1980 (atualmente com 40 a 60 anos) 

Geração Y (millennials): nascidos entre 1980 e 1995 (atualmente com 25 a 40 anos) 

Geração Z: nascidos entre 1995 e 2010 (atualmente com 10 a 25 anos) 

Geração Alpha: nascidos a partir de 2010 (atualmente com até 10 anos)

0-1

9a7a8e85-0c3f-4f2c-a5b6-1d046300b0d5-1aa19e8c-ebf7-4988-a9bd-d8744185e78f.jpg

Diferentes-gerações

CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone