Consumo consciente, vamos tentar?

Consumo Consciente

Quando falamos de moda não podemos só falar, muito menos somente acompanhar as tendencias que estão em alta, devemos analisar todo o contexto em que vivemos.

As gerações mais antigas não tinham esse tipo de preocupação com o meio ambiente nem o mesmo acesso as informações que temos hoje (graças a tecnologia), como os efeitos do consumo exagerado que causamos ao meio ambiente, lembrando que nossos recursos naturais não são infinitos, muito pelo contrario. Ambientalistas afirmam que se continuarmos nesse ritmo tanto de crescimento populacional quanto no que isso acarreta em termos de consumo de um modo geral, em 25 anos não teremos mais agua potável na Terra.

consumo_consciente

Voce sabia que na composição das suas roupas existe plástico? Mais de 80% do que vestimos é feito de plástico. Os tecidos mais comuns encontrados no mercado apresentam algum tipo de plástico em sua composicao, como o poliester e o elastano, que são chamados tecidos sinteticos. A cada 5 kilos de roupas que lavamos, de 600 mil a 17 bilhões de microfibras de plastico chegam aos oceanos, poluindo e agravando ainda mais a situação dos mares e rios. Alem do que, muitos animais consomem essa mesma agua, então estamos nos alimentando de peixes, aves e carnes cheias de plásticos tóxicos. Então fica a questão, como consumir de maneira mais consciente?

consumo

Primeiro que o ato de se conscientizar ainda é dificil, mudar o estilo de vida das pessoas tambem nao é uma tarefa facil, mas cabe a nós termos força de vontade e divulgarmos essas informações por ai.

Pensando nisso, temos algumas perguntas chaves que podem lhe auxiliar na hora de avaliar se comprar aquele item é realmente necessario, lembrando que isso nao serve somente para roupas, sapatos, bolsas e demais acessorios.

8c324cb037d04dfabfb0b0cb8b399be3

 1) Avalie se aquele produto é realmente necessário ou se será mais uma coisa a ficar encostada no armário. Tem mesmo necessidade de comprar? Chame as amigas, troque, faça um bazar e gaste menos. Outra opção são os chamados brechós.

2) Esse item esta dentro do meu orçamento atual? Se você vai se endividar, ja nao vale a pena. Prefira poupar para comprar a vista e ate chorar um desconto.

3) Não compre somente porque esta na Liquidação, ja que a gente se empolga com o preço baixo mas não avaliou a necessidade real do produto.  

4) Opte por produtores ou fabricantes locais, fazendo com que a economia na sua cidade melhore. Fazer um modelo com uma costureira local as vezes fica mais barato e também exclusivo.

5) Invista em produtos de marcas sustentáveis sempre que possivel, que dê preferencia a tecidos naturais como o algodão e o linho, que não realize teste em animais (cruelty-free), ou seja, que não causem impacto no meio ambiente. Pesquise também como as roupas são feitas, ja que algumas grifes foram acusadas de trabalho escravo e isso não é aceitável.

6) E por ultimo pratique o desapego! Lembre de limpar o guarda-roupas a cada 6 meses, no minimo. Você libera espaço, visualiza melhor as roupas que tem e se permite novas combinações (muito melhor do que quando esta tudo bagunçado ou entulhado), ajuda pessoas carentes e aproveita para reavaliar o seu estilo.

Diferente do modo como estamos acostumados a consumir, o consumo consciente consegue enxergar que nao ha como fazer e vender peças tao baratas e com uma produção muito rapida (no caso das fast-fashion ou grandes magazines), sem causar danos ao meio ambiente, péssimas condições de trabalho alem de baixa remuneração. A nova era do slow-fashion chega para mostrar que trabalhar com materiais de baixo impacto para a natureza, com produtos atemporais e duráveis é possível sim.

akatu

art-1-1-1024x733

Vamos nos conscientizar ?

CompartilheShare on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0Email this to someone